PUBLICADO POR Agência Evidence | ago, 18, 2020 |

Você sabia que o mês de agosto é dedicado a amamentação? O “Agosto Dourado” simboliza uma campanha social para mães e pais sobre a importância da amamentação para o bebê, tanto antes quanto depois do nascimento.

Oficialmente lançado em 2017, o Agosto Dourado foi criado pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) com base na semana do aleitamento materno, que acontece de 1 a 7 desse mês. A proposta é que todos os dias do período sejam dedicados a incentivar e estimular a amamentação.

O principal objetivo da campanha é sensibilizar para a importância da amamentação, para que ela seja reconhecida como fundamental para o desenvolvimento infantil. As ações da SPSP pela campanha buscam envolver não só pediatras, mas profissionais de saúde e a sociedade como um todo. A frase “juntos pela amamentação” visa estabelecer uma responsabilidade em conjunto em prol da questão.

O leite materno é o primeiro alimento da nossa vida, é através dele que o corpo se desenvolve é fortalecido. Nos primeiros meses ele é o alimento crucial para que o crescimento do bebê seja sem problemas.

A Organização Mundial da Saúde relata que o alimento pode diminuir o índice da mortalidade infantil. “As crianças devem fazer aleitamento materno exclusivo até aos 6 meses de idade. Ou seja, até essa idade, o bebê deve tomar apenas leite materno e não deve dar–se nenhum outro alimento complementar ou bebida. A partir dos 6 meses de idade todas as crianças devem receber alimentos complementares (sopas, papas, etc.) e manter o aleitamento materno. As crianças devem continuar a ser amamentadas, pelo menos, até completarem os 2 anos de idade”, divulgou o órgão.

Diferente dos demais tipos de leite que são comercializados, o leite materno contém proteínas, gorduras, vitaminas, açucares e todos os nutrientes que as crianças precisam para se desenvolver.

Além disso o aleitamento materno cria um elo entre mãe e filho e traz benefícios para ambos.

Diminui a ansiedade da mãe: durante a amamentação a mãe entra em sintonia com o bebê, e neste momento ele precisa de tranquilidade e calma para se alimentar. O momento, consequentemente, faz com que a mãe se acalme e desfrute a maturidade.

Aumenta a segurança: principalmente as mães de primeira viagem onde tudo é novidade a insegurança aparece. Mas, no momento em que a mãe amamenta, é perceptível a dependência que aquele ser tem de você, criando forças para confiar a missão de cuidar da criança.

TAGS: