PUBLICADO POR Agência Evidence | jul, 01, 2021 |

Quais os tipos de testes existentes e como funcionam?
Existem dois testes principais para a Covid-19, sendo o RT-PCR (coleta material do nariz). – feito para diagnosticar se o paciente está com a infecção no momento do teste. O outro é o exame de sorologia, feito por meio da coleta de sangue- esse serve para detectar se a pessoa desenvolveu anticorpos contra a Covid-19 e é usado para ver se houve contato do paciente com o vírus.

Devem fazer o teste os pacientes com suspeita de estarem infectados, pessoas que tiveram contato com alguém que está com a Covid-19 e pacientes que vão fazer alguma cirurgia eletiva. Normalmente o teste deve ser feito no terceiro dia de sintoma em apesar de poder ser detectado antes, a carga viral fica maior quando a pessoa está mais sintomática.

Como saber qual teste devo fazer?
Para o diagnóstico da doença aguda, o RT-PCR. A sorologia é para saber se houve contato com o vírus. A Covid-19 tem sintomas respiratórios que podem piorar entre o 8º e o 10º dia de infecção. Se o paciente não fez o RT-PCR e procura o hospital tardiamente, depois do 10º dia, a sorologia pode ajudar a fazer o diagnóstico, mas a função dela é saber se a pessoa teve contato com o vírus.

Por que os testes podem dar falso negativo ou falso positivo?
Não existe exame com 100% de confiabilidade. Em geral, o RT-PCR tem uma sensibilidade de 80% a 85%, o que significa que o teste vai dar positivo para 80% a 85% dos pacientes testados, mas vai dar negativo para 15% a 20%. Se o organismo estiver ainda com pouco vírus no momento da coleta, vai dar negativo, por exemplo. O falso positivo é mais incomum, mas pode acontecer. A metodologia do exame tem uma margem de falha que faz parte dela.

Preciso repetir o teste?
Em algumas situações, sim. Se você está com suspeita de Covid-19 e o resultado deu negativo, é indicado repetir. Se depois de alguns dias de sair o resultado negativo, você piorar, você também tem que fazer de novo

TAGS: